30/04/2012

Homenagem ao delegado decano da Regional de Londrina

Dr. João Henrique Steffen Júnior recebeu diploma de honra ao mérito por seu trabalho em defesa da profissão e da ética.



O Conselho Regional de Medicina do Paraná prestou homenagem ao delegado da Regional de Londrina, Dr. João Henrique Steffen Júnior, conferindo-lhe diploma de honra ao mérito "pelas contribuições ao exercício da Medicina e defesa da ética". A solenidade ocorreu no início da noite de quinta-feira, 26, no auditório da Associação Médica de Londrina, precedendo a realização de julgamento simulado dirigido a médicos e acadêmicos da região.

O presidente do CRM-PR, Alexandre Gustavo Bley, ao conduzir a cerimônia, destacou o histórico de trabalho do Dr. Steffen, que aos 88 anos continua atuante no exercício da atividade médica e no desempenho das funções da Delegacia Regional de Londrina, onde no mandato anterior foi diretor-geral e atualmente é o vice-diretor. O presidente do Conselho ressaltou o empenho do homenageado em viabilizar uma sede em condições para melhor atender as necessidades da classe médica da região, o que agora começa a se tornar realidade com a assinatura do contrato para início das obras.

A solenidade foi prestigiada, ainda, pelos conselheiros Maurício Marcondes Ribas, vice-presidente, Roberto Issamu Yosida, corregedor-geral, e Lisete Rosa e Silva Benzoni, pelo atual diretor de Londrina Jan Walter Stegamann e outros delegados da Regional. Dr. Steffen, que tem um filho médico, no ano de 2000 já tinha sido distinguido com o Diploma de Mérito Ético-Profissional e a Estatueta da Medicina pelos 50 anos de dedicados de forma exemplar à atividade. Em seu histórico consta, ainda, a relevante participação no projeto de construção do Hospital Evangélico de Londrina, na metade do século passado, sendo inclusive seu diretor clínico por 34 anos ininterruptos.



O homenageado


Confira alguns aspectos do extenso currículo do homenageado:
Nasceu na cidade paulista de Indaiatuba, em 12 de novembro de 1923. Filho de D. Helena Steffen e do Sr. João Henrique Steffen, tendo ela ascendência sueca (Magnusson) e suíça (Krahembuhl) e ele de ascendência alemã (Steffen).

Aos 11 anos, foi morar com a família em São Paulo, Capital, onde trabalhou em uma malharia e depois em uma tipografia para auxiliar no sustento familiar. À noite fazia os preparativos para o exame de admissão, que o fizeram ingressar no Ginásio do Estado de São Paulo, curso então de cinco anos e de grande seriedade, havendo inclusive aulas de latim por dois anos.

Prestou concurso e, aprovado, fez o chamado Pré-Médico, com duração de dois anos nas próprias dependências da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Admitido por concurso na mesma Faculdade em 1944, fez o curso regular de Medicina, tendo obtido graduação em dezembro de 1949.

Também com mérito de concurso, fez nos dois últimos anos acadêmicos a especialização em Obstetrícia e Ginecologia na Maternidade Leonor Mendes de Barros , entidade de referência, na época, pela qualidade de atendimento e ensino.

Em fevereiro de 1950 ele chegou a Londrina, que vivia período de plena expansão. Fora convidado pelo pastor da Igreja Presbiteriana Central de Londrina, Luiz Pereira Boaventura, para dar sua colaboração na viabilização da construção do que seria, no futuro, o Hospital Evangélico, objetivo da Sociedade Evangélica Beneficente, ainda no papel e fundada em 1948.

Envolvido pela obra nascente, o Dr. Steffen instalou o primeiro ambulatório e as primeiras enfermarias, participando ativamente de todas as atividades da Sociedade até a concretização do ideal sonhado pelos pioneiros. Foi Diretor Clínico da Instituição durante 34 anos ininterruptos, tendo em ocasiões diversas, em épocas de crise institucional, acumulado a Presidência da Sociedade e a Administração do Hospital.

Exerceu a Presidência da Associação Médica de Londrina por dois anos, após coordenar a comissão responsável pela realização de Jornadas Médicas, precursoras dos Congressos de Medicina da AML.

Há mais de quinze anos participa com dedicação do Conselho Regional de Medicina, como Delegado eleito da Regional de Londrina, contando-se às centenas os laudos de sindicâncias realizadas neste período. Teve participação em quase todos eventos realizados na Sede da Delegacia, da qual também foi diretor. Desde fevereiro deste ano ele responde como vice-diretor da Regional londrinense.

Exerceu por mais de 30 anos o Presbiterato na Igreja Presbiteriana Central, havendo recebido o título de Presbítero Emérito.

Foi fundador do Rotary Club Londrina Norte, sendo seu terceiro Presidente e tendo exercido a Coordenadoria do Intercâmbio Internacional de Jovens, como Chairman, pelo período intercalado de seis anos. Ainda presidiu a Comissão de Bolsas Educacionais, responsável pelo envio de jovens promissores para especialização no exterior , sustentados pela Fundação Rotária.

Ainda como representante do Rotary Club de Londrina, liderou o grupo de estudos de profissionais selecionado pelo Clube , em viagem com duração de 30 para o estado de Punjab, na Índia.

Em 2009, recebeu o Título de Cidadão Honorário de Londrina, em reconhecimento ao seu trabalho em prol da comunidade local.

Com 88 anos, 63 deles dedicados à profissão, exibe toda a sua disposição para continuar dando exemplos de dignificação da Medicina. Mantém a rotina de em sua clínica e continua plenamente atuante nos trabalhos da Delegacia CRM em Londrina.

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios