EXIGÊNCIA DE CERTIFICADO DE ÁREA DE ATUAÇÃO EM ECOGRAFIA VASCULAR COM DOPPLER PARA REALIZAÇÃO DO EXAME

Dalvélio Paiva Madruga, José Albertino Souza

Resumo


Consulente, através de correspondência eletrônica, relata que a Unimed fez solicitação para que apresente certificado de área de atuação em “Doppler Vascular” para continuar realizando estes exames para a cooperativa.

Aduz que é titulado pelo Colégio Brasileiro de Radiologia desde 1993 na especialidade: “Diagnóstico por Imagem – atuação exclusiva em Ultrassonografia Geral” e que foi registrado no CRM.

Argumenta que desde esta época realiza para todos os convênios, inclusive a Unimed, este tipo de exame.

Entendia que o termo US geral, como tal, incluía as áreas de atuação criadas para o método que já exercia (tocoginecologia e doppler vascular entre elas).

Alega que se estruturou em torno dos exames vasculares, inclusive com investimento pesado em equipamentos, livros e cursos.

Não apresenta a correspondência que teria sido enviada pela Unimed.

Faz o seguinte questionamento:

“1 – É ético uma cooperativa médica exigir dele esta área de atuação?

2- É ético que esta solicitação seja feita um ano e meio antes de ter possibilidade de adquirir o referido papel?”


Palavras-chave


Infração ética; competência; representação; princípio do contraditório; área de atuação; doppler vascular; credenciamento

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.