Revista Iátrico


n. 36 (2017): Gratidão


Capa da revista
Acolhimento
Conjugação de genialidades das letras e das plásticas. Dante e Dalí, separados em vida por uns sete séculos e cada qual em sua arte, prospectam na obscuridade algum raio de luz à finalidade de existência humana. No poema, a visão amedrontadora do inferno e a esperança de vida infinita, sob novo céu e estrelas após expurgados os nossos diferentes pecados e impingindo o sofrimento devido aos condenados. Em sua obra, Dalí é cirúrgico ao colocar Dante como único humano nas arcadas onde penam almas e a exaltar toda imensidão da dúvida sobre o viver. O manto do mistério ali predomina. Provocadores que foram, invocam os sentidos de gratidão e justiça como antídotos à soberba, à vanglória e à vaidade. A pintura de Dalí, da centúria que produziu inspirado em A Divina Comédia, tem aqui o propósito de reverência ao mentor da revista Iátrico, Dr. João Manuel. Ele tinha especial apreço ao quadro (Inferno 10 - Farinata ou Hereges), que ocupava lugar de destaque em sua casa. A leitura que fazia da obra era "acolhimento", substantivo maior na conduta do médico.


ISSN: 2237-9762