n. 33 (2014)


Capa da revista

PROFISSÃO DE FÉ

A capa sugere prece e catedral. Indissociáveis na fé. A fé é inoperante sem obra. A catedral cataliza a grandeza e a paz do céu perante os pecadores desejosos de remissão. Ambas, associam o eterno da pequenez humana em sua ânsia de alcançar a luz do sonho e da serenidade. E da recompensa. Já nós, médicos, as sintetizamos na certeza de uma profissão cuja obra é nobre no afã de auxiliar no silêncio dos órgãos, sinônimo de saúde. Essa a nossa grandeza, material e espiritual, em que a ciência é a catedral e a arte um salto de compaixão. Irmanadas no desejo do sentido, que a vida tenta iludir e nossa vivacidade procura descobrir. Construções e concepções simbolizadas nas mãos de Rodin.



ISSN: 2237-9762