09/07/2019

Dra. Helen Butler Muralha e Dr. Nobuaqui Hasegawa recebem a Medalha de Lucas

Condecoração pelo destacado trabalho médico-social ocorrerá em meio aos festejos do Dia do Médico, em outubro; até hoje, outros 13 médicos tinham sido homenageados

A gineco-obstetra Dra. Helen Anne Butler Muralha e o oftalmologista Dr. Nobuaqui Hasegawa serão homenageados pelo Conselho Regional de Medicina do Paraná, que lhes confere a “Medalha de Lucas – Tributo ao Mérito Médico” em reconhecimento ao destacado serviço médico-social. Eles foram escolhidos pela comissão julgadora entre 25 nomes de relevância na Medicina paranaense e com dedicação a causas sociais e humanitárias. Eles recebem a comenda por ocasião da solenidade do Dia do Médico, que este ano será realizada em 13 de outubro, e juntam-se, assim, a outros 13 pares condecorados desde 1996 com o título inspirado no Patrono dos Médicos, o evangelista Lucas.

clique para ampliarclique para ampliarMedalha de Lucas, inspirada no Patrono dos Médicos. (Foto: Arquivo)

A Dra. Helen (CRM-PR 224) tem 65 anos de formada e histórico ímpar em sua especialidade, tendo sido responsável por milhares de nascimentos e perseverante em iniciativas culturais e de voluntariado, alcançando sobretudo crianças. A médica, que sempre atuou em Curitiba, foi a primeira conselheira mulher do CRM-PR, na gestão 1978-1983. O Dr. Nobuaqui (CRM-PR 3883) atua na profissão há 46 anos. A partir de herança financeira da família, ele fundou em Londrina o hospital Hoftalon sob o ideal de ajuda às pessoas, independentemente de sua origem e estrato social.

Como destacado pelos conselheiros integrantes da comissão avaliadora, todos os médicos selecionados para concorrer à homenagem representam “o que de mais belo existe na conjugação entre a atividade médica, a ética e a solidariedade”. Como tem ocorrido nos últimos anos, as indicações são feitas pela própria classe e apresentam profissionais de diferentes regiões do Estado. O primeiro homenageado foi o Dr. Hélio Brandão, fundador do chamado Clube da Soda, unidade assistencial destinada a atender crianças vítimas da estenose, estreitamento do esôfago pela ingestão involuntária de soda cáustica. Antigamente de uso comum nas casas, a soda era vendida livremente, sem o menor controle ou preocupação com as consequências.

Nos anos seguintes outros 12 médicos foram reverenciados (ver relação abaixo), dentre eles o também padre José Raul Matte, que por meio século dedicou-se a atender os ribeirinhos da Amazônia, e a Dra. Zilda Arns Neumann, fundadora da Pastoral da Criança e que esteve à frente de inúmeros projetos humanitários até sua morte durante terremoto no Haiti. Os últimos homenageados, em 2017, foram o Prof. Luiz Carlos Sobania e o Dr. João Henrique Steffen Junior, um dos fundadores do Curso de Medicina da UEL, do Hospital Evangélico de Londrina e do Rotary Club Londrina Norte. O Dr. João Henrique faleceu em 2018.

Homenageados de 2019

Dr.ª Helen Anne Butler Muralha (CRM-PR 224).

Natural de Curitiba, onde nasceu em janeiro de 1931, ela se formou em 1954 pela Universidade Federal do Paraná. Constitui-se, hoje, em uma das gineco-obstetras com mais tempo de atividade no Paraná, responsável por milhares de nascimentos. A parede de seu consultório é forrada de retratos de crianças que ajudou a colocar no “mundo”. Em 2004, ela foi distinguida com o Diploma de Mérito Ético-Profissional, na passagem dos 50 anos de formada com histórico exemplar.

clique para ampliarclique para ampliarDra. Helen Butlen Muralha. (Foto: Arquivo)

Instituidora da Fundação Sidónio Muralha, que homenageia o poeta de origem portuguesa que era seu marido. A fundação surgiu em setembro de 1988, com o objetivo de promover o incentivo e amparo ao desenvolvimento e difusão de atividades culturais, especialmente as de caráter literário. Também fomenta o intercâmbio com entidades públicas e particulares, incentiva e apoia movimentos ecológicos, além de prestar outros serviços à comunidade, como criar e manter bibliotecas infantojuvenis visando desenvolver nas crianças o prazer pela leitura. Um projeto que beneficia dezenas de crianças. A médica também foi casada com calculista e desenhista Themistocles dos Santos Junior, colaborador do engenheiro civil Venevérito da Cunha (1916-2016), responsável por calcular dezenas de prédios históricos da Capital paranaense, entre eles o da Biblioteca Pública e da Rodoferroviária.

A Dra. Helen é reconhecida como pessoa de grande cultura e apego às causas sociais e humanitárias, com origem familiar. O pai dela era um migrante da Letônia, pastor batista e professor, com histórico de compromissos com a cultura, ética e voluntariado. Nos últimos anos, na passagem do Dia Internacional da Mulher, a Dra. Helen tem sido incentivadora de iniciativas de valorização feminina. Ainda cumpre rotina em seus dois endereços preferidos: o consultório que abriu ainda em 1958 no Edifício Asa, na Praça Osório, e na Fundação,a na Rua Desembargador Westphalen, ambos no centro de Curitiba e cujo trajeto gosta de cumprir a pé.

Confira um pouco mais da história da médica em reportagem do jornalista José Carlos Fernandes.

Dr. Nobuaqui Hasegawa (CRM-PR 3883).