10/06/2021

Pesar pelo falecimento dos médicos Carlos Alberto Fenner e Ana Amélia Costa

Cirurgfião plástico, com 74 anos de idade e mais de 45 de profissão, o Dr. Fenner foi o 74.º médico a perder a vida por causa da Covid-19 no Paraná. Gastroenterologista, a Dra. Ana Amélia tinha 46 anos e 21 de atividade

O Conselho Regional de Medicina do Paraná registra com pesar os falecimentos dos médicos Carlos Alberto Fenner (CRM-PR 4.765), cirurgião plástico, e Ana Amélia Costa (CRM-PR 21.040), gastroenterologista. Dr. Carlos, de 74 anos e mais de 45 de profissão, faleceu na noite de quarta-feira (9) no Hospital e Maternidade Parolin, em Campo Largo, Grande Curitiba. A Dra. Ana Amélia, de 46 anos e 21 de formação médica, morreu em sua casa, em Curitiba. As condolências da classe médica aos familiares e amigos.

clique para ampliarclique para ampliarDr. Carlos Fenner. (Foto: Arquivo)

O cirurgião plástico Carlos Alberto Fenner morreu em decorrência de complicações pela Covid-19, elevando para 74 o total de médicos vitimados pela doença no Paraná, conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde, que contabiliza um total de 544 profissionais de saúde que já perderam a vida. O velório foi marcado para o período de 13 às 17h desta quinta-feira (10) no Cemitério Parque Iguaçu, onde ocorre o sepultamento. Ele era casado com a Sra. Glacy Regina Souza Fenner e tinha familiares médicos, dentre eles o irmão José Roberto Fenner (CRM-PR 9.045 e SC 5.155), com atuação também em Curitiba.

Natural de Rosário do Sul (RS), onde nasceu em 7 de junho de 1947, o Dr. Carlos Alberto formou-se em Medicina pela Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná em dezembro de 1975, na terceira turma de graduados pela escola. Tinha registro no CRM do Paraná e também no de Santa Catarina (n.º 7.291), estado onde atuou. Residia atualmente em Piraquara, Grande Curitiba.

Natural de Porto Alegre (RS), onde nasceu em 4 de fevereiro de 1975, a Dra. Ana Amélia Costa formou-se em julho de 2000 pela Universidade Federal de Pelotas (RS). Registrou-se inicialmente no Conselho do Rio Grande do Sul (n.º 25.341) e depois se transferiu para Bahia (CRM-BA 16.001). No Paraná registrou-se em 2004. Fez residência em Clínica Médica e depois Gastroenterologia. A despedida ocorreu na manhã desta quinta-feira (10) no Crematório Vaticano, em Almirante Tamandaré.

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.
    * campos obrigatórios

    Comunicar Erro

    Verifique os campos abaixo.

    * campos obrigatórios